Willkommen auf den Seiten des Auswärtigen Amts

Ministro das Relações Externas da Alemanha lança Rede de Mulheres em Salvador

O Ministro das Relações Externas da Alemanha, Heiko Maas, em discurso no lançamento da Rede de Mulheres, em Salvador nesta segunda-feira (29/04).

O Ministro das Relações Externas da Alemanha, Heiko Maas, em discurso no lançamento da Rede de Mulheres, em Salvador nesta segunda-feira (29/04)., © BO

29.04.2019 - Artikel

Com o objetivo de estreitar ainda mais as relações bilaterais, o Ministro das Relações Externas da Alemanha, Heiko Maas, esteve em Salvador nesta segunda-feira (29/04), onde iniciou sua viagem pela América Latina.

Com o objetivo de estreitar ainda mais as relações bilaterais, o Ministro das Relações Externas da Alemanha, Heiko Maas, esteve em Salvador nesta segunda-feira (29/04), onde iniciou sua viagem pela América Latina.

O primeiro compromisso oficial do Ministro na capital baiana foi o lançamento da Rede de Mulheres, uma entidade que reunirá organizações e personalidades que se engajam em nome de uma sociedade com igualdade de direitos entre mulheres e homens, fortalecendo a cooperação entre a Alemanha e os países latinos na luta pelos direitos e igualdade das mulheres.

O evento foi realizado no Instituto Goethe, no Corredor da Vitória, e também contou com a presença das secretárias estaduais Arany Santana (Cultura), Julieta Palmeira (Políticas para Mulheres), Fabya Reis (Promoção da Igualdade Racial), o embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, a Cônsul-Geral da Alemanha para o Nordeste, Maria Könning, o Diretor do Instituto Goethe, Manfred Stoffl, bem como as integrantes da Rede de Mulheres.

No encontro, o Ministro destacou a representatividade e a força das mulheres do Brasil e da Bahia na luta pela igualdade de direitos e a oportunidade de aprender com os exemplos dos países participantes da rede. "Participação, chances e direitos iguais – tudo isso é parte central de uma sociedade democrática. Sem igualdade não há justiça. E sem justiça enfraquecemos a nossa democracia", afirmou, destacando a importância desses componentes para a paz.

Heiko Maas também falou sobre o engajamento da Alemanha em defesa das mulheres, com o empenho do país pela aprovação da resolução votada na última semana nas Nações Unidas, em Nova York, contra a violência sexual em conflitos.

"Por semanas trabalhamos duro por negociações que deveriam ser de entendimento comum", disse, citando a necessidade de apoiar vítimas sobreviventes de violência sexual e de punir seus algozes. "Estamos vendo atualmente retrocessos perigosos. Conquistas e avanços batalhados a muito custo ao longo de décadas vem tendo sido continuamente questionados -- também em temas como direito das mulheres e igualdade. Teremos que lutar para manter esses avanços -- na Alemanha, na América Latina e no mundo inteiro. E para esta luta precisamos de aliados."

Maas destacou ainda um dado das Nações Unidas, segundo a qual, diante da atual realidade, ainda serão necessários cerca de 200 anos para atingirmos a igualdade de gênero.

Presente no evento, a idealizadora da Rede Mulher Empreendedora (RME), Ana Lúcia Fontes, também falou sobre a importância de os países trabalharem em parceria, com troca de informações e a criação de programas que buscam melhorar as condições das mulheres. "É prioritário olharmos para as questões que são barreiras para as mulheres. Nós já sabemos quais são os principais problemas. O que precisamos agora é olhar para as soluções", disse. A RME é a primeira e a maior plataforma de apoio ao empreendedorismo feminino do Brasil, com o propósito de empoderar mais de 500 mil empreendedoras economicamente, garantindo  independência financeira e de decisão sobre seus negócios e suas vidas.

Após o lançamento, o Ministro cumpriu agenda oficial e caminhou pelo centro de Salvador, onde visitou o Pelourinho e teve um encontro com o Olodum seguido de um almoço com o governador do Estado, Rui Costa e com o senador Jaques Wagner. No final do dia, Maas viajou para Brasília, onde terá encontro com o presidente Jair Bolsonaro. Na sequência, seguirá para a Colômbia e depois México.

 

Iniciativa América Latina

A viagem do Ministro marcou o início da nova Iniciativa América Latina e Caribe da República Federal da Alemanha. O ponto de partida para essa inciativa será uma conferência no dia 28 de maio em Berlim, que deverá contar com a participação de representantes latino-americanos e caribenhos além de especialistas em política externa e de segurança, estado de direito, questões climáticas e cooperação científica.

Um pilar central dessa iniciativa é o fortalecimento dos direitos das mulheres. A Rede de Mulheres germano-latino-americanas tem por objetivo fortalecer a participação e a liderança de mulheres na política, nos mídia, na sociedade, na economia e na ciência, assim como promover o intercâmbio entre essas mulheres e suas redes nas Alemanha, na América Latina e no Caribe em prol da aprendizagem e do apoio mútuo. A Rede será oficialmente lançada em maio em Berlim.

De acordo com a Superintendente do Instituto Maria da Penha, Conceição de Maria, as redes de mulheres são um grande passo para o desenvolvimento dos países envolvidos, principalmente para o Brasil, dado o atual momento socio-político. "Somente juntas conseguiremos avançar nas questões relacionadas ao enfrentamento da violência de gênero e do empoderamento feminino", disse. Em parceria com a Universidade Federal do Ceará, o Instituto realiza desde 2016 uma pesquisa com 10 mil mulheres, e revela que, a cada 10 mulheres nordestinas, três passam por situação de violência doméstica.

Verwandte Inhalte

nach oben